Santos Magazine
JN Gas
Kipreço agosto
Greve

Professores da rede estadual de ensino realizam manifestação no centro de Teresina

A greve dos trabalhadores em educação no Piauí completa 57 dias.

03/08/2018 19h54
Por: Marcos Genilson
Professores estão parados há 57 dias. Foto: Reprodução
Professores estão parados há 57 dias. Foto: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira (3), a greve dos trabalhadores em educação no Piauí completa 57 dias. Com isso, a categoria, na figura do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Piauí (Sinte-PI), realiza manifestação hoje a partir das 8h, em frente ao Palácio de Karnak, seguida de caminhada pela Avenida Frei Serafim.

A manifestação realizada pelo sindicato se deve pela exigência de reajuste no salário da categoria, melhorias nas estruturas das escolas públicas do Estado e que a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) cumpra acordo estabelecido em março deste ano.

Os professores querem reajuste de 6,81% e que seja garantida a aplicação do reajuste no mês de setembro de 2018, no percentual 3,95% em favor dos servidores administrativos da educação estadual, bem como que os reajustes sejam estendidos aos aposentados e pensionistas.

 

Um momento marcante durante a mobilização dos Trabalhadores em educação foi a chegada ao ceuzamento da Av. Frei Serafim com Coelho de Resende, onde os estudantes já realizavam um ato protesto em relação à educação.

O momento de unidade professores, funcionários de escola e alunos fortaleceram os protesto e as denuncias de descaso do governo do estado contra o serviço é servidores públicos estaduais.

A caminhada seguiu retornando pela Frei Serafim em destino ao palácio de karnak

A presidente do Sinte-PI e outros professores, funcionários de escola e estudantes, em suas falas demonstraram indignação para com governo que não tem respeitado e que já se completa quase dois meses da greve.

A próxima atividade acontece nesta segunda-feira (06) onde os trabalhadores realizam assembleia geral da categoria para avaliar o movimento grevista enquanto aguardam a decisão do TJ-PI e o cumprimento do acordo judicial por parte do Governo do Estado.

SINTE PIAUI

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.