Matriculas Colégio Metas
Kipreço agosto
JN Gas
santos outubro
Anúncios posto
Falso Dentista

Homem é preso tentando obter registro no CRO-PI com diploma falso

Suspeito foi conduzido à Central de Flagrantes de Teresina.

Canal Piauí

Canal PiauíNotícias do Piauí

06/06/2019 21h34
Por: Redação
À Polícia ele declarou que atuava apenas como auxiliar de dentista.
À Polícia ele declarou que atuava apenas como auxiliar de dentista.

Um homem foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (6), em Teresina, tentando obter o registro de odontólogo junto ao Conselho Regional de Odontologia do Piauí (CRO-PI).

O suspeito foi identificado como Valman Paulino dos Santos. Natural do município de Simões (MA), ele já foi candidato a vereador no município de Caxias (MA), e registrou na Justiça Eleitoral o nome "Valman Dentista" para aparecer na urna eletrônica, o que, segundo a Polícia, é um indício de que há muitos anos ele vem exercendo ilegalmente a profissão. 

À Polícia ele declarou que atuava apenas como auxiliar de dentista.

Segundo Mariano Lopes, procurador jurídico do Conselho, o suspeito apresentou um diploma falso para tentar obter o registro há duas semanas. Nesta quinta, quando retornou à sede da entidade para receber a carteira profissional, o suspeito recebeu voz de prisão dos policiais civis que já o aguardavam no local. 

 

"Com a documentação falsa, ele tentava se inscrever junto ao Conselho e ter uma carteira de dentista, mas nós identificamos que a documentação era falsa. Entramos em contato com a inteligência da Polícia Civil, foi comprovado [o crime], e ele foi conduzido à Central de Flagrantes", detalha Mariano Lopes.

Segundo Joatan Gonçalves, coordenador do Grupo de Apoio Operacional (GAO), assim que a Polícia Civil foi acionada pelo CRO-PI, os investigadores entraram em contato com a faculdade que constava no diploma falso, e a instituição negou que o suspeito tenha se formado no curso de Odontologia.

"Essa pessoa apresentou um diploma de uma faculdade do litoral do Piauí, e tentava conseguir a  carteira do Conselho Regional de Odontologia do Piauí. Prontamente, nós buscamos contato com essa faculdade, que nos respondeu que essa pessoa não era formada pela faculdade, até porque o curso de Odontologia dessa faculdade no litoral está apenas no segundo ano, ou seja, no quarto período, sendo que o curso possui dez períodos. Ou seja, menos da metade. Nós reunimos o restante das documentações, tendo em vista que ele tinha deixado os documentos lá [no CRO-PI], para confecção da carteira, e dois dias depois ele chegou ao Conselho, para pegar a carteira. Estávamos de campana, aguardando, e demos voz de prisão", detalha Joatan.

Portal O Dia

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Banner sessão 1 (política)
Últimas notícias
Banner sessão 1 (entretenimento)
Mais lidas
Banner sessão (cidade)
Anúncio