santos outubro
Kipreço agosto
JN Gas
Investigações

Mãe presta depoimento sobre morte de filha que foi dopada em Amarante

Os principais suspeitos de terem dopado a criança são os familiares que estavam presentes na residência no dia do fato.

Diogo Costa

Diogo CostaDiogo Costa (86) 99570-7210

24/07/2019 23h51
Por: Diogo Costa
Fonte: GP1
Foto: Lucas Dias/Delegado Otony Nogueira
Foto: Lucas Dias/Delegado Otony Nogueira

A mãe da criança de três anos, identificada pelas inicias B. E. R. C., que morreu após ter sido dopada, prestou depoimento nesta segunda-feira (22) na Delegacia de Polícia Civil de Amarante. O caso aconteceu na casa da própria avó da vítima no dia 16 de julho.

Em entrevista ao GP1, o delegado Otony Nogueira, que preside o inquérito policial, informou que os principais suspeitos de terem dopado a criança são os familiares que estavam presentes na residência no dia do fato. “Estamos investigando ainda, mas foram familiares mesmo. Não tem envolvimento de terceiros”, comentou.

Agora, outras pessoas estão sendo intimadas para depor.

Morte

A criança veio a óbito na última quinta-feira (18) no Hospital Infantil Lucídio Portela. O boletim médico da Secretaria de Saúde do Estado, divulgou que a vítima deu entrada no hospital do município de Amarante na última terça-feira (16). Em seguida, ela foi transferida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a unidade hospitalar do bairro Promorar, zona sul de Teresina.

No hospital, a criança teve uma parada cardiorrespiratória com retorno da circulação após diversas manobras de reanimação. Por isso, logo depois, ela foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil Lucídio Portela.

Ao dar entrada, ainda conforme o boletim médico, a criança evoluiu para um quadro de gravíssimo devido a disfunção de múltiplos órgãos e veio a óbito.

Linha de investigação

A Polícia Civil acredita que a criança foi dopada para dormir, onde passou mal e acabou ficando desacordada. Ao chegar ao local, a mãe da criança foi agredida ao querer saber da situação.

“Estamos investigando desde a última terça-feira, não descartamos o estupro, mas temos como principal suspeita que a criança foi dopada para dormir por parte de familiares. A mãe morava com um companheiro na zona rural de Amarante, vinha para a cidade e deixava a criança na casa da vó de 50 anos, e nessa casa a família é problemática, com alguns usuários de drogas e de bebidas alcoólicas, então acreditamos que ela foi dopada para dormir, deixando a criança desacordada, passando mal, quando a mãe dela chegou lá, alguém acabou agredindo a mulher, o crime não tem nada a ver com o companheiro da mãe da criança”, informou o delegado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Amarante - PI Notícias de Amarante - PI
Hugo Napoleão - PI
Atualizado às 21h45
25°
Poucas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 19°
25°

Sensação

14.9 km/h

Vento

42.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Banner sessão 1 (política)
Últimas notícias
Banner sessão 1 (entretenimento)
Mais lidas
Banner sessão (cidade)
Anúncio