JN Gas
santos outubro
Matriculas Colégio Metas
Kipreço agosto
Anúncios posto
INCINERADA

Polícia Civil incinera mais de 1 tonelada de cocaína apreendida em Teresina

Material foi queimado em fornos de uma empresa de cerâmica situada na zona Rural de Teresina.

13/12/2019 15h12
Por: Redação
Material foi incinerado na manhã de hj. Foto: SSP-PI.
Material foi incinerado na manhã de hj. Foto: SSP-PI.

A Polícia Civil do Piauí incinerou na manhã desta sexta-feira (13), em fornos de uma empresa de cerâmica situada na zona Rural de Teresina, mais de uma tonelada de cocaína que foi apreendida durante uma ação conjunta das forças de segurança do Piauí no início dessa semana.  O material queimado foi avaliado em R$ 25 milhões de reais.

O titular da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), delegado Alfredo Cadena, disse que rapidez na destruição do material aconteceu devido o número de policiais que estavam sendo mobilizados para vigiar a droga. Desde o dia da apreensão, a cocaína vinha sendo monitorada pelos policiais.

Agora, a polícia trabalha para descobrir a origem do material apreendido. Na terça-feira (10), dia da ação conjunta, as informações preliminares apontavam que o entorpecente poderia ter vindo do estado da Bahia. Na ocasião, o secretário de segurança Fábio Abreu, informou que o material apreendido tinha como destino a cidade de Fortaleza, no Ceará, e depois seria distribuído para outros países.

A polícia prendeu sete pessoas acusadas suspeitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico em dois hotéis e em uma quitinete no bairro Pirajá, na zona Norte de Teresina. Duas aeronaves foram apreendidas, que agora estão sendo solicitadas na Justiça para que sejam usadas durante operações da polícia.

Helicóptero apreendido durante a ação. Foto: SSP-PI. 

A ação mobilizou 35 policiais civis e militares, o apoio do Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (GRECO), o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Piauí, Divisão de Operações Especiais (DOE) e Delegacia de Entorpecentes (DEPRE), que está responsável pelas investigações. 

Fonte: Portal o Dia

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.