Atualizada às 8h30

A ação conduzida pelo GAECO foi acompanhada de perto pelo promotor da comarca de Barro Duro, Ari Martins. No contexto da investigação o nome da operação faz referência a contradição com o nome da cidade, PASSAGEM FRANCA de local aberto, livre, já a operação IBI CLAUSUS, tem em sua tradução Está Fechada, um basta.

A polícia fez busca na prefeitura, na casa do prefeito Raislan e também na de seu irmão Fred Farias, ex-secretario de finanças. Ao mesmo tempo várias buscas estavam sendo realizadas em outros municipios, como em Agricolândia.

Matéria 

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com o apoio da Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), realiza nesta quinta-feira, 08 de outubro, a operação “IBI CLAUSUS”.

A operação é resultado de um procedimento de investigação criminal que tramita no GAECO/MPPI, a fim de apurar possíveis ilícitos praticados por organização criminosa com atuação em vários municípios piauienses. São 19 alvos nos municípios Passagem Franca, Teresina, Agricolândia, Barro Duro, São Pedro do Piauí, Demerval Lobão e Lagoinha do Piauí.

O objetivo foi cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pelo Des. Joaquim Dias Santana Filho, uma vez que um dos investigados tem foro por prerrogativa de função no Tribunal de Justiça Piauiense.

A investigação, conduzida pelo GAECO, apura desvio de recursos públicos, organização criminosa, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e fraude à licitação, envolvendo contratos de empresas com o município de Passagem Franca, no período compreendido entre os anos de 2013 a 2020.